Ligue já! Instalação em até 24 horas

Localize Franceses

Fixo: (98) 32463451

Celular: (98) 989251010

Localize Turu

Fixo: (98) 32483758

Celular: (98) 989092910

Localize Franceses

Fixo: (98) 32463451

Celular: (98) 989251010

Localize Turu

Fixo: (98) 32483758

Celular: (98) 989092910

Acesso ao sistema de rastreamento:

435

 

Rastreamento via satélite
Essa costuma ser a opção mais utilizada pelos gestores de frotas. Por meio desse sistema, os satélites permitem que o veículo seja acompanhado em tempo real, ao longo das 24 horas. Essa modalidade de rastreamento é realizada por GPS e GPRS. O GPS é responsável por coletar informações úteis para o gestor, como a jornada de trabalho do motorista.

A grande vantagem desse recurso é a possibilidade de acessá-lo por meio de aplicativos de rastreamento. Esse aspecto torna a tecnologia mais acessível e facilmente receptível para os usuários e transportadoras, por conta da comodidade. Outro benefício do rastreamento via satélite é a possibilidade de bloquear o veículo e enviar alertas quando necessário.

Rastreamento por radiofrequência
Esse sistema de rastreamento funciona por meio da emissão de sinais de rádio. Por conta dessa característica, é possível acompanhar o deslocamento de uma frota em locais fechados, como túneis e subsolos. Além disso, diferentemente do rastreamento via satélite, os sinais de rádio não sofrem interferências de inibidores de sinais. Dessa forma, o gestor de uma frota sofre menos com oscilações de sinal.

Geralmente, as etiquetas RFID são utilizadas nessa categoria. Elas são estruturadas por chips de silício e antenas. É possível encontrar RFIDs ativos, que podem enviar sinais, e passivos, que apenas respondem aos sinais enviados.

A grande desvantagem desse sistema é o fato de oferecer cobertura geográfica limitada. Logo, é possível utilizar o rastreador com eficiência apenas em ambientes regionais. Esse aspecto pode ser uma forte perda para transportadoras que atuam em todo o território brasileiro.

 

Fonte: Systemsat